Conhecendo a elegância do Minimalismo

março 27, 2016

O movimento minimalista marcou profundamente a base criativa dos artistas do século XX. A ideia de limitar qualquer coisa à sua essência ganhou adeptos em diversas áreas e foi muito bem empregado nas artes visuais, no design e até na música. Na arquitetura, muitos profissionais se renderam a essa nova maneira de criar.

O movimento minimalista marcou profundamente a base criativa dos artistas do século XX. A ideia de limitar qualquer coisa à sua essência ganhou adeptos


O minimalismo não se refere necessariamente à utilização de poucos elementos, mas sim, se caracteriza por destacar o que realmente é fundamental, chegando ao ponto de tornar todo o restante dispensável perante o verdadeiro foco da criação. “Ele se caracteriza pela valorização de elementos essenciais como a luz e a sua incidência nos volumes e nas massas que compõem os edifícios e configuram o seu espaço, desenho e estruturas.

Este tipo de trabalho defende as formas concretas pensadas em relação ao seu contorno, onde a funcionalidade, a pureza das linhas e as formas geométricas por si só definem a identidade visual. No conceito de simplicidade, impera a combinação do branco com cores intensas como o preto ou vermelho, além da utilização de matérias primas naturais como os sintéticos de produção high tech.

Se você esta planejando fazer um ambiente saiba que ele deve ser cuidadosamente planejado para que contenha apenas o necessário, assim se tornará muito mais funcional e prático, além da estética clean. A organização e a serenidade são as duas palavras chaves para começar a pensar na nova decoração e que cada cômodo precisa conter apenas o essencial.

Os materiais mais usados para este tipo de decoração são a madeira, cromado, vidro, mármore e granito. Na maioria das vezes a paredes são lisas, de uma cor apenas. Apesar de quase não ter cor/vida nesse estilo de decoração, é interessante colocar um vaso de flor ou algum objeto colorido. Tome cuidado com objetos como tapetes, quadros, cortinas e outros enfeites, lembre-se de que menos é mais, e tudo precisa ornar e conversar entre si.

O emprego de formas geométricas é um dos princípios do minimalismo, assim como linhas estreitas. Para criar contrastes no ambiente são usados detalhes ornamentais. O espaço deve predominar nesse estilo de decoração, ele não deve ser ofuscado pelos elementos decorativos. Eu separei algumas imagens para vocês terem uma ideia:

O movimento minimalista marcou profundamente a base criativa dos artistas do século XX. A ideia de limitar qualquer coisa à sua essência ganhou adeptos

O movimento minimalista marcou profundamente a base criativa dos artistas do século XX. A ideia de limitar qualquer coisa à sua essência ganhou adeptos

O movimento minimalista marcou profundamente a base criativa dos artistas do século XX. A ideia de limitar qualquer coisa à sua essência ganhou adeptos

O movimento minimalista marcou profundamente a base criativa dos artistas do século XX. A ideia de limitar qualquer coisa à sua essência ganhou adeptos

Eu fiz uma matéria assim como essa igualzinha pra um concurso de postadora então como foi eu que fiz recopiei para o meu Blog, pois os direitos são meus.

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Pinterest